Animais Predadores (32 fotos)

Acho que nem preciso escrever nada aqui.



Áo Dài - O Vestido Vietnamita (17 fotos)

Há algum tempo que eu vejo fotos de mulheres asiáticas usando um traje típico do seu país, e eu achava bonito, elegante e bem modesto. Conheci uma dessas belas roupas.
O áo dài é o traje típico vietnamita para as mulheres. Em sua forma atual, é um vestido de seda de corte apertado, utilizado sobre calças.
Áo dài é pronunciado /ˈáʊ ˈjà/ no sul do Vietnã e /ˈáʊ ˈzàɪ/ no norte. Áo vem duma palavra do chinês medieval que significa "casaco acolchoado" (襖). Na língua vietnamita atual, áo se refere a um item de vestimenta que cobre o corpo inteiro a partir do pescoço, enquanto Dài significa "longo."
O termo áo dài vem sendo aplicado a diversos tipo de roupas, historicamente, incluindo o áo ngũ thân, uma vestimenta aristocrática do século XIX. Inspirado pelas modas de Paris, o artista Nguyễn Cát Tường, de Hanói, redesenhou o ngũ thân como um vestido, em 1930. Na década de 1950, os estilistas de Saigon apertaram o caimento do vestido, produzindo a versão utilizada pelas mulheres vietnamitas hoje em dia. O vestido foi extremamente popular no Vietnã do Sul na década de 1960 e no início da década de 1970. Os comunistas, no entanto, que dominaram todo o país a partir de 1975, não aprovavam o vestido e favoreceram estilos mais frugais e andróginos. Na década de 1990 o áo dài reconquistou popularidade. A roupa equivalente para os homens, chamada de áo gấm ("roupão de brocado"), também é vestida em ocasiões especiais, como casamentos e aniversários de morte.
O comentário acadêmico sobre o áo dài enfatiza a maneira que a roupa associa a beleza feminina ao nacionalismo vietnamita, especialmente na forma de concursos de "Miss Aodai", populares tanto entre vietnamitas expatriados como no próprio Vietnã. "Aodai" é uma das poucas palavras do vietnamita que chegaram a aparecer em dicionários do idioma inglês.


Amigos - 1

Como é bom ter um bom amigo.
Amar e permitir ser amado, apesar de qualquer diferença, pequena ou grande.


Detalhe: Animais não amam.

Esquilos (11 fotos)

O esquilo é um mamífero roedor da família Sciuridae. No Brasil, o esquilo também é conhecido por serelepe, caxinguelê, caxinxe, catiaipé, quatimirim, quatipuru ou acutipuru. Os esquilos estão espalhados por quase todo o mundo, a maioria nas zonas de climas temperado ou tropical, mas também em algumas zonas de clima frio. Como todos os roedores, possui presas fortíssimas, com que roem sementes com facilidade, principalmente bolotas. O esquilo é um animal arborícola, vive nas copas das árvores, de onde saltam de um ramo para outro, seus saltos chegam a atingir até 5 metros de comprimento.
As sementes são as principais fontes de alimentação, mas também consomem insetos e frutas. Quando coletam alimento, enterram algumas sementes que encontram, sendo que algumas chegam a germinar, como pinhões e coquinhos, acabando por plantar árvores como araucária e jerivá.
Constroem ninhos com folhas e galhos, para abrigarem as suas crias da chuva e do vento, em ramos muito altos, em árvores como a cajarana. Durante a gestação, os pais preparam o ninho para receber os filhotes, que variam de 3 a 10 por ninhada. Quando adulto, seu corpo chega a medir 25 cm e o rabo 30 cm ou mais.
Os esquilos são bastante populares em desenhos, filmes, seriados entre outros.


Smokey - Um pequeno milagre (4 fotos)

Um cachorro Chiuaua de 12 semanas chamado Smokey sobreviveu depois de ter sido atingido por um garfo de churrasco. Assustado, ele correu para a floresta e foi encontrado dois dias depois. Foi, então, levado para um hospital, onde o garfo foi removido. 
Smokey sobreviveu e os veterinários dizem que isso foi um pequeno milagre.

 

Aviso: Abaixo você vai ver as fotos do cachorrinho ainda com o garfo na cabeça.

Serpentes (26 fotos)

As serpentes (Serpentes), também chamadas ofídios (Ophidia), ou erroneamente cobras, são répteis poiquilotérmicos (ou pecilotérmicos) sem patas, pertencentes à sub-ordem Serpentes, bastante próximos dos lagartos, com os quais partilham a ordem Squamata.
Há também várias espécies de lagartos sem patas que se assemelham a cobras, sem estarem relacionados com estas.
A atração pelas serpentes é chamada de ofiofilia, a repulsão é chamada de ofiofobia. O estudo dos répteis e anfíbios chama-se herpetologia (da palavra grega herpéton que significa "aquilo que rasteja" - em especial, serpentes).
Leia mais sobre Serpentes aqui.

Detalhe: as fotos são maiores do que mostradas aqui (1024 x 768), tamanho Wallpaper.
Click para abrir.

Tromba D'Água (17 fotos)

Tromba de água, tromba-d'água, ou tromba marinha, é um fenómeno meteorológico semelhante aos tornados que se forma sobre o mar ou sobre massas de águas interiores de grande extensão. Consiste na formação de um vórtice intenso, visível sob a forma de uma nuvem colunar, em forma de estreito funil, que gira rapidamente em volta de si mesma, ligando a superfície da água à base de uma nuvem cumuliforme. A tromba de água eleva na sua base grande quantidade de borrifos de água, que projecta em todas as direcções. O fenómeno é mais frequente nas regiões tropicais, mas pode, também, ser encontrado nas regiões de latitude média. A expressão tromba de água é por vezes incorretamente utilizada para designar uma tempestade de grande intensidade, em geral associada à passagem de um cumulonimbo.



Belas Garotas Asiáticas (14 fotos)

Ok, eu desisto. Não ia colocar mulheres aqui não, mas...aí estão elas.
Belas garotas asiáticas (não sei exatamente de que país).



Pinguins (11 fotos)

Um pinguim é uma ave da família Spheniscidae, não voadora, característica do hemisfério Sul, em especial na Antárctida e ilhas dos mares austrais, chegado à Terra do Fogo, Ilhas Malvinas e África do Sul, entre outros. Apesar da maior diversidade de pinguins se encontrar na Antártida e regiões polares, há também espécies que vivem nos trópicos como por exemplo nas Ilhas Galápagos. A morfologia dos pinguins reflete várias adaptações à vida no meio aquático: o corpo é fusiforme; as asas atrofiadas desempenham a função de barbatanas e as penas são impermeabilizadas através da secreção de óleos. Os pinguins alimentam-se de pequenos peixes, krill e outras formas de vida marinha, sendo por sua vez vítimas da predação de orcas e focas-leopardo.
Os primeiros pinguins apareceram no registo geológico do Eocénico.
O pinguim é uma ave marinha e excelente nadadora. Chega a nadar com uma velocidade de até 45 km/h e passa a maior parte do tempo na água.
Os pinguins constituem a família Spheniscidae e a ordem Sphenisciformes (de acordo com a taxonomia de Sibley-Ahlquist, fariam parte da ordem Ciconiformes).
Leia mais sobre Pinguins aqui.


Noivas (14 fotos)

Noivas Asiáticas e seus belos e diferentes vestidos.


Flores Cobertas de Orvalho (20 fotos)

O orvalho, sereno ou rocio é um fenômeno físico no qual a umidade do ar precipita por condensação na forma de gotas pela diminuição brusca da temperatura ou em contato com superfícies frias. É o processo contrario da evaporação.
É um fenômeno vinculado a capacidade do ar para incorporar e reter vapor de água. Para uma dada temperatura há um conteudo máximo de vapor que pode ser incorporado ao ambiente. Esta capacidade máxima cresce a medida que a temperatura do ar aumenta. Assim, ao nível do mar, um ambiente a 30°C pode conter um máximo de 27 g de vapor/kg de ar seco. No mesmo ambiente, a 0°C, só pode incorporar um máximo de 4 g de vapor/kg de ar seco. Desta maneira, com uma queda de temperatura no ambiente, ocorre uma condensação do excesso de vapor de água. Uma das formas de produção do sereno tem a ver com o esfriamento noturno do solo e da camada de ar adjacente devido a perda de energia por emissão de radiação infravermelha. A formação do sereno é muito comum nas noites de tempo tranquilo e calmo, quando a temperatura baixa do solo afeta o ar, fazendo o vapor atingir o ponto de saturação.
Depósito de gotas d'água resultantes de condensação de vapor na superfície de objetos que permanecem ao ar livre durante a noite, o orvalho forma-se nas noites claras porque nelas as superfícies descobertas irradiam calor para a atmosfera. A menos que essa perda seja compensada por uma produção eficiente de calor no interior da superfície, esta se resfriará. A maior parte dos objetos - inclusive folhas de capim e pétalas de flores - irradiam calor melhor que o ar e ficam durante a noite mais frios que este. As superfícies frias esfriam o ar à sua volta; se suficientemente úmida, a temperatura fica abaixo de seu ponto de orvalho. O vapor então passará, por condensação, do ar para a superfície.
A formação de orvalho é mantida pela difusão de vapor d'água, podendo ser classificado em: formado quando o vapor d'água se difunde no ar em direção ao solo e formado pelo vapor d'água que se difunde da superfície do solo.
 Isso associado à grande beleza das flores quando ficam cobertas de orvalho, dá glória ao Criador dessas coisas, Aquele que pensou em tudo isso e as fez: Jeová Deus.




Quedas d'agua (22 fotos)

Imagine-se perto de uma destas. Ouça o som da água caindo e correndo nas pedras, sinta o ar fresco que permeia o lugar, o ruído das árvores ao redor, o som de animais... Certamente são mais do que apenas quedas d'água.


Flores e flores (17 fotos)

A flor é a parte das plantas classificadas como angiospérmicas (divisão magnoliophyta) em que se encontram os seus órgãos sexuais.
A função da flor é assegurar a reprodução e ser um atrativo polínico. Depois da fertilização do óvulo, o ovário transforma-se num fruto, que contém as sementes que irão dar origem a novas plantas da mesma espécie.
Mas quem vai pensar nisso diante de tanta beleza? Mais uma maravilhosa criação do nosso Deus Jeová.
Leia mais sobre Flores aqui.


Lindas cavernas (21 fotos)

Caverna (do latin cavus, buraco), gruna ou gruta (do latim vulgar grupta, corruptela de crypta) é toda cavidade natural rochosa com dimensões que permitam acesso a seres humanos. Podem ter desenvolvimento horizontal ou vertical em forma de galerias e salões. Ocorrem com maior freqüência em terrenos formados por rochas sedimentares, mas também em rochas ígneas e metamórficas, além de geleiras e recifes de coral.
São originárias de uma série de processos geológicos que podem envolver uma combinação de transformações químicas, tectônicas, biológicas e atmosféricas. Devido às condições ambientais exclusivas das cavernas, esse ecossistema apresenta uma fauna especializada para viver em ambientes escuros e sem vegetação nativa. Outros animais, como os morcegos, podem transitar entre seu interior e exterior. Em alguns casos essas cavidades também podem ser chamadas de tocas, lapas ou abismos. Os termos relativos a caverna geralmente utilizam a raiz espeleo-, derivada do latim spelaeum, do grego σπήλαιον, "caverna", da mesma raiz da palavra "espelunca".
E além de tudo isso, são bonitas de se ver. Vamos às fotos.


Arte no café. (50 fotos)

Muitas coisas viram arte na cabeça e nas mãos das pessoas. Uma delas é isso aqui, café.
Achei umas fotos de desenhos feitos no café. E se quiser saber mais sobre o café expresso veja este artigo.


Pessoas voando (15 fotos)

De repente: acabou a gravidade.



 

Gatos (18 fotos)

Tem gente que ainda não gosta de gatos, mas eu gosto, e tem muita gente que tem paixão por esses bichinhos. Não é pra menos, o gato é um animal belo, gracioso, meigo, amigo, carinhoso, (às vezes chega a ser nojento de tanto dengo) e é bem engraçado. Já tive muitos, aliás, mais gatas do que gatos, mas dá quase no mesmo.
Veja uns aí.



Nuvens - Maravilhas da criação (29 fotos)

Olhe para o céu e você vai ver. Quem não gosta de contemplar as lindas nuvens?Uma coisa que eu acho muito interessante nelas é que são pesadas, parecem bem leves, mas podem chegar a ter milhares e até milhões de toneladas, a depender do tamanho e da densidade. No entanto, flutuam exibindo cores diversas por conta da luz do Sol, e dão glória ao criador delas, Jeová.


Aviões quebrando a barreira do som. (6 fotos)

Achei muito interessante o que vi: aviões quebrando a barreira do som. Exatamente! O avião passa a viajar mais rápido do que o som que ele mesmo produz.
É um fenomeno belo de se ver, apesar de que raramente veremos pessoalmente, mas aqui estão algumas fotos, veja também o artigo da Wikipédia Barreira do som, que fala sobre isso em maiores detalhes.